EU ou MIM, TU ou TI?

31 08 2007

_ Era para mim estudar?

_ Não! Mim não estuda. Quem estuda sou eu.

_ Então, era para eu estudar? Sim, assim está certo!

Grande confusão, não é mesmo?

A gramática exige que só se usem os pronomes pessoais do caso reto (eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas) quando funcionarem como sujeito de um verbo no infinitivo (nome do verbo, flexionado ou não) .

“Era para eu sair mais cedo hoje”

Obs. O sujeito de sair é o pronome eu.

Atenção! Quando regidos por preposição os pronomes ele, ela, nós, vós, eles, elas, são, também, pronomes oblíquos, e por esta razão é possível dizer-se:

“Envie esta carta para ele.”, “Chegaram coisas para nós.”

Os pronomes oblíquos tônicos (mim, ti, si, ele, ela, nós, vós, eles, elas), que só se usam com preposição, funcionam como complemento e não como sujeito do verbo.

“Foi fácil, para mim, conseguir o emprego”

Obs. Conseguir o emprego é o sujeito do verbo ser (Foi) e o pronome mim é simplesmente complemento. Observe a inversão:

“Conseguir o emprego foi fácil para mim.”

Para mim, foi fácil consequir o emprego”

Então o segredo está em analisar sintaticamente a oração. Caso o pronome funcione como sujeito, usa-se EU ou TU e, em caso contrário, regidos por preposição, usa-se MIM ou TI no papel de complemento.

Entre mim e ti tudo acabou.”

“Não há mais nada entre mim e ela.”

“Tudo está acabado para mim.

“Deixaram tudo para mim.”

“Estas frutas são para ti.”

Difícil, não é?

Para facilitar as coisas pode-se generalizar e dizer que todas as vezes em que nas frases ocorrerem verbos no infinitivo (a primeira pessoa do singular é igual ao nome do verbo) usa-se EU ou TU antes desse verbo (geralmente os verbos que denotem uma ação, como Fazer, Conferir, Ler, Contar, Gastar…e até Dormir).

Exemplos:

“Este livro é para eu ler!”

“Manda-me o dinheiro para eu conferir!

“Comprei o jornal para tu leres!

“Cante para eu dormir!

Observe que é impossível fazer-se a inversão das frases:

“Para eu ler este livro é.”

“Para eu dormir cante.”

“Para eu conferir o dinheiro manda-me.”

Excetuam-se deste caso os verbos de ligação (Ser, Estar, Parecer, Ficar, Permanecer, Continuar), e os demais verbos, como Aceitar, Entender, Custar, Bastar, Restar… Faltar, antes dos quais, quando ocorrem na frase, usa-se MIM ou TI.

Exemplos:

“Foi difícil, para mim, aceitar a situação.”

“Basta, para mim, estar ao teu lado”

“Custou, para mim, entender a matéria”

“É difícil, para ti, fazer amizade”

Neste caso não há dificuldade em fazer a inversão:

“Aceitar a situação foi difícil para mim”

“Estar ao teu lado basta para mim”

Para facilitar ainda mais, quando se conjugam os verbos, usam-se os pronomes pessoais do caso reto eu, tu, ele, nós, vós, eles , não é mesmo? “Eu faço”, “Tu fazes”, etc.

Então como se justificaria usar “Para mim fazer”, pois, afinal, onde está o mim entre o “eu, tu, ele…”?

Fontes: Novo Dicionário Aurélio; Gramática da Língua Portuguesa – Pasquale e Ulisses; Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla.

Leia neste mesmo blog sobre a “Desconhecida Amazônia.”

 
Se você necessita de REVISÃO DE TEXTOS ou de ajuda para TRABALHOS ACADÊMICOS, clique aqui.
 
 
About these ads

Ações

Information

98 responses

24 11 2007
Aline Gualberto da Silva

Eu gostaria de tirar uma dúvida.Qual é o certo:
Durante um jantar, falou-se muito sobre ______e_____:
a)mim – tu
b)eu – tu
c)ti – eu
d)tu – mim
e)ti – mim

po favor, me mande amanha a resposta.Obrigada!!!!!!!!!!!

16 11 2011
Kaila

a resposta é a letra e. Porque os dois são pronomes do caso oblíquo, funcionado como complemento.

25 11 2007
Paulo Vale

Olá Aline.

O correto é dizer-se:

Durante um jantar falou-se muito sobre mim e ti (ou você).

Abraços,

Paulo Vale

30 01 2008
Ana

eu gostaria de saber qual a diferença entre “me” e “mim”? E como devo usá-las?

30 01 2008
Paulo Vale

Como vai Ana?

“mim” é a forma oblíqua do pronome “eu” e é sempre usada depois de preposição.
Explicando de forma grosseira, só se usa o pronome reto “eu” seguido de um verbo, como já foi explicado, e para todos os outros casos usa-se o pronome oblíquo “mim” .

Exemplos:
“Eles moram perto de mim” (e não “perto de eu”);
“Envie a correspondência para mim”.

“me” é a forma átona do pronome “eu”, e, entre outros casos, substitui:

- “a mim”.
Exemplos:
“Meus amigos me contaram como ocorreu o fato”,
“Eles me consideram seu líder”

- “para mim (destinado ou dirigido a mim)”.
Exemplos:
“O fornecedor me enviou o material solicitado”;
“Envie-me a correspondência”.

Conforme a Norma Culta é errado o uso de pronome oblíquo no início de frases, o que justifica, por exemplo, iniciar um texto com “Disseram-me…”, e ainda seria aceitável iniciar com “Me disseram…”, mas seria horroroso iniciar com “Mim disseram…”

Dê uma olhada em um bom dicionário pois lá estarão outros exemplos.

Grande abraço,

21 06 2011
Enoque Junior

a ultilização do “me” ficou meio complicado pra me diferenciar quando usar o “mim”.

3 02 2008
eder

qual o plural da palavra arroz doce?

3 02 2008
Paulo Vale

Eder,

Escreve-se “arroz-doce”, substantivo masculino cujo plural é “arrozes-doces”.

Dê uma olhada em um bom dicionário e encontrará outros plurais de palavras compostas, assim como as diversas formas como são escritas.

Grande abraço,

Paulo Vale

15 02 2008
Adaides

Como faço para fazer perguntas?

15 02 2008
Paulo Vale

Olá Adaídes,

Se está se referindo a perguntas sobre os assuntos deste blog, deve fazê-las aqui mesmo, como fez agora.

Abraços,

Paulo Vale

22 01 2010
Guilherme

Gostei mto desse blog. Parabéns

15 02 2008
Ana Clara

Quando eu uso o VIR q quando uso VIM?

9 09 2009
filodemo

legal seu blog, gostei!!!

16 02 2008
Paulo Vale

Ana Clara,

* VIR é o infinitivo impessoal, ou “o nome” do verbo que significa basicamente transportar-se de algum lugar para este lugar, alguém ou algo. (Nos dicionários você encontra todos os significados de VIR).

Exemplo: “Vir até aqui foi um enorme sacrifício.”

VIR corresponde também às primeira e terceira pessoas do singular do infinitivo pessoal do verbo VIR.

* VIM é a primeira pessoa do pretérito perfeito do mesmo verbo VIR.

Exemplo: “Eu vim do Norte! E você, de onde veio?”

* Mas existe também VIR como as primeira e terceira pessoas do singular do futuro do subjuntivo do verbo VER.

Exemplos:

“Quando eu vir aquelas pessoas cuidarei para que não me vejam.”
“Quando ele vir o quadro que trouxeste ficará muito feliz.”

Espero ter ajudado.

Grande abraço,

Paulo Vale

21 02 2008
odontoinside

Oi, Paulo!
Gostei muito de seu blog.
Vim até aqui sanar algumas dúvidas. Contudo, a questão “mim e ti” “eu e tu(você)” não ficou muito clara.
“Mim e ti” vem depois de preposição de depois de verbos… mas, e “eu e tu”. Gostaria de exemplos.
Um abraço. Obrigada!
Rafaela

24 02 2008
Paulo Vale

Odontoside,

Para tentar esclarecer eu trouxe para cá somente um trecho do tópico original:

“Para facilitar as coisas pode-se generalizar e dizer que, todas as vezes em que nas frases ocorrerem verbos no infinitivo (a primeira pessoa do singular é igual ao nome do verbo), usa-se EU ou TU antes desse verbo (geralmente os verbos que denotem uma ação, como Fazer, Conferir, Ler, Contar, Gastar…e até Dormir).

Exemplos:

“Este livro é para eu ler!”

“Manda-me o dinheiro para eu conferir!“

“Comprei o jornal para tu leres!“

“Cante para eu dormir!“

Observe que é impossível fazer-se a inversão das frases:

“Para eu ler este livro é.”

“Para eu dormir cante.”

“Para eu conferir o dinheiro manda-me.” ”

Se as dúvidas persistirem, por favor entre novamente em contato e tentaremos esclarecimentos.

Abraços,

Paulo Vale

29 02 2008
Bianca

Oi Paulo!!!
Estou com uma dúvida.
Qual é a forma forma certa de falar
Não existe nada entre EU e ELE.
Ou…
Não existe nada entre MIM e ELE.
Poderia me explicar também?
Obrigada

6 05 2008
FABIO SIMÕES

BOM DIA,
professor, gostaria de saber qual a diferença entre TU e VOCÊ, e quando é usado.

OBRIGADO.

9 05 2008
Paulo Vale

Caro Fábio Simões,

Peço desculpas por demorar a responder.

Na verdade eu não sou professor de língua portuguesa e apenas repito o que nos ensinam os mestres que cito como fontes de consulta para os meus tópicos. O que é somente meu é a maneira como tento explicar os assuntos, buscando sempre mais fácil entendimento.

A sua abordagem é tão interessante que resolvi colocar a resposta como um tópico do meu blog, e você poderá acessá-la através do link http://nosenossascoisas.wordpress.com/2008/05/09/tu-ou-voce/

Pergunte o que for necessário, e terei grande satisfação ao tentar responder. Divulgue o meu blog e viste também o Amazônia – Norte Brasileiro e leia muita coisa sobre essa maravilhosa região , desconhecida e alvo do preconceito dos brasileiros mas mundialmente tão conhecida quanto a marca Coca-Cola. Leia sobre Manaus, capital do estado do Amazonas.

Grande abraço,

15 05 2008
Daniela

É correto falar Obrigada Eu?

15 05 2008
Paulo Vale

Daniela,

Ao invés de explicar “com as minhas palavras”, prefiro disponibilizar o link http://www.gramaticaonline.com.br/gramaticaonline.asp?menu=2&cod=276&prox_x=1, que esclarece perfeitamente bem o assunto.

Grande abraço,

Paulo Vale

29 05 2008
joel

ola, gostaria de saber quando se usa “que” sem acento e “quê” com acento…..Obrigado….

29 05 2008
joel

E também tenho que ti dar os parabéns, em todo meu colegial nunca alguém explicou de uma maneira tão simples esse conteúdo…. Muito Bom…..

29 05 2008
Paulo Vale

Muito obrigado Joel,

Para resolver a sua dúvida dê uma olhada no link href=”http://nosenossascoisas.wordpress.com/2008/02/04/o-porque-dos-porques/” rel=”nofollow”.

Mas como você se referiu a “que” e “quê”, esclareço:

“Que” é pronome interrogativo, como em “Que livro tu estás lendo?”, pronome exclamativo, como em “Que belo exemplar da beleza feminina!” e pronome relativo, como em “Não encontramos os alunos que chegaram”.

“Que” também possui outros usos como advérbio, preposição e conjunção.

“Quê” é substantivo masculino (igual a “porquê”), e pode substituir “algo”, “alguma coisa”, como exemplicado em “Havia no ar um quê de mistério”. O Dicionário Aurélio dá como exemplo “Sem quê nem para quê”, ou seja, “sem qualquer coisa que motive outra coisa”, ou ainda, “à toa”, “sem motivo”. “Quê” também é interjeição que sugere espanto: “Que! Como isto chegou até aqui?”

Abraços,

Paulo Vale

1 06 2008
adilaine

Qual a maneira correta de escrever a seguinte frase:

Tudo foi feito para eu dizer a verdade porque entre mim e você não haveria uma rixa.

Tudo foi feito para mim dizer a verdade porque entre eu e você não haveria uma rixa.

Preciso da resposta urgentemente ainda hoje

1 06 2008
Paulo Vale

Adilaine,

Entre as duas frases a correta é:

“Tudo foi feito para eu dizer a verdade, porque entre mim e você não haveria uma rixa.”

Abraço,

Paulo Vale

3 06 2008
Nathalie Araujo

Gostei muito das explicações acima !!!!
Porem ainda tenho uma dúvida :
O certo da escrita seria ….

“Trouxe o vinho para eu provar”
“Este é um trabalho eu realizar ”
“Este é o momento para tu tomares a iniciativa”

Esta correta as frases acima ….? Se não , por gentileza transcreva para mim corretamente !!!!
Abraço!

25 11 2010
Thaís

ameii esse blog!!

parabéns!!

3 06 2008
Nathalie Araujo

Os seguintes pronomes são de quais classificação:

” que te / Ele te / que / o que / os que / Todos quantos/ ”

Por gentileza me responda pois encontro divergencias nas respostas na internet!
Poderia me responder ainda hoje ???
Abraço !

3 06 2008
Fatima

sobrou pra mim ligar pra pizzaria?
ou sobrou pra eu ligar pra pizzaria?

3 06 2008
Paulo Vale

Nathalie Araújo,

1 – O uso dos pronomes está correto nas três frases.

2 – Quanto aos pronomes mencionados:

Antes devemos lembrar que os pronomes são as palavras variáveis em gênero, número e pessoa que substituem ou acompanham o nome, indicando-o como pessoa do discurso:

1ª pessoa – aquele que fala.
2ª pessoa – aquele com quem se fala.
3ª pessoa – aquele de quem se fala ou aquilo de que se fala

Existem os pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos, relativos, interrogativos, exclamativos e indefinidos, e em cada classe há os que correspondem a cada pessoa do discurso. “Eu, nós, me, mim, comigo, conosco, meu, nosso, nossa, esta, isto…” são de primeira pessoa, enquanto “tu, vós, te, ti, contigo, convosco, teu, vosso, essa, isso…” são de segunda pessoa, e “ele, ela, eles, elas, se, si, consigo, o, a, lhe, aquele, aquela, aquilo…” são de terceira pessoa.

a) “Que” é invariável quanto a gênero e número e pode ser pronome interrogativo, exclamativo ou relativo, e indicar cada uma das pessoas do discurso, enquanto “te” é pronome pessoal oblíquo e indica a segunda pessoa, porque refere-se a alguém com quem se fala. Por exemplo:

Que livro estás lendo?” – “que” é pronome interrogativo e indica a terceira pessoa.

Que coisa bonita!” – “que” é pronome exclamativo e também indica a terceira pessoa.

“Não vejo os alunos que te ouviram e te aplaudiram.” – neste caso “que” é pronome relativo, enquanto “te” é pronome pessoal oblíquo e substitui “a ti”. O pronome relativo “que” retoma o termo antecedente “alunos”, introduzindo-o nas orações seguintes.

“Fui eu que fiz”- também aqui o “que” é pronome relativo, mas indica a primeira pessoa.

b) “o que” é pronome interrogativo mas não deve ser usado no início de frases, como em “O que significa isso?” pois o correto é “Que significa isso?”, mas pode ser usado após o verbo, como em

“Isso significa o que?”

c) “os que” é pronome relativo e substitui “quem”, como no exemplo

“São estes os que te assaltaram?”- observe-se que nesta frase são pronomes: “estes”, “os”, “que” e “te”.

d) “Todos quantos” é uma locução pronominal indefinida, e neste caso “todos” e “quantos” são pronomes indefinidos, cabendo em:

“Chame todos quantos achar que deve.”

Como se observa o estudo dos pronomes é muito vasto e é recomendável o aprofundamento através de uma boa “Gramática da Lingua Portuguesa”.

Abraços,

Paulo Vale

3 06 2008
Paulo Vale

Fátima,

Na tentativa de explicar de maneira simples, se fizermos a inversão da frase: “ligar para a pizzaria sobrou para eu” fica horrivel, não é mesmo?

Mas se invertermos a outra frase: “ligar para a pizzaria sobrou para mim” é perfeito, não é?

Portanto a maneira correta de dizer é “sobrou para mim ligar para a pizzaria”.

Obs.1: Como regra básica, sempre que após o pronome houver um verbo no infinitivo, utilizam-se os pronomes do caso reto, que atuam como sujeito desse verbo. Observe-se no exemplo errado “depois eu ligo para tu”, que após o pronome “tu” não há um verbo.

Obs.2: Os pronomes oblíquos tônicos (mim, ti, si, ele, ela, nós, vós, eles, elas), que só se usam com preposição, funcionam como complemento e não como sujeito do verbo.

“Foi difícil para mim conseguir o emprego”.

Neste caso, após o pronome precedido por “para”, existe um verbo no infinitivo, mas o sujeito do verbo “ser (foi)” é “conseguir o emprego” e o pronome “mim” é simplesmente complemento. Observe a inversão:

“Conseguir o emprego foi difícil para mim.”

Abraços,
Paulo Vale

11 06 2008
laize

gostaria de saber se o certo eh mim chamou ou me chamou
bjos
abraço

11 06 2008
Paulo Vale

Laize,

O certo é “me chamou”. Ex. “Ela me chamou para almoçar em sua companhia.”
Mas poderia ser: “Ela chamou a mim para almoçar em sua companhia”

“me” é a forma átona que corresponde à primeira pessoa do discurso e substitui “a mim”, “em mim” e “para mim”.

“mim” é a forma oblíqua para a primeira pessoa do discurso, sempre usada regida de preposição.

Veja tudo isso em uma boa gramática.

Abraços,

Paulo Vale

28 06 2008
carolina

paulo, como se explica a ambiguidade nessas frases e como as tiramos ??

Joao disse a Pedro que ele seria o escolhido.

Silvia disse a Flavia que ela seria a ultima a sair.

obrigada preciso muito da resposta!

28 06 2008
Paulo Vale

Carolina,

A ambiguidade ocorre pelo uso de vocábulos que possuem mais de um significado ou pela disposição deles na construção das frases.

Penso que para resolver as duas possibilidades há necessidade de reordenação e maior explicação dos contextos, substituição dos vocábulos polissêmicos e uso de pontuação nos lugares corretos.

Definitivamente as duas frases dadas no seu exemplo não servem para qualquer texto, e podem ser substituídas de várias maneiras, entre elas:

“João, que seria o escolhido, disse isso a Pedro.”
“Pedro seria o escolhido e ouviu isso de João.”
“João disse a Pedro que ele, João, seria o escolhido.”
“Silvia disse a Flávia que a última a sair seria ela, Flávia.”
“Flávia ouviu de Silvia que seria a última a sair.”

Abraços,

Paulo Vale

22 07 2008
Paulo César

Olá, adorei o site, sua estrutura e, principalmente, sua complexibilidade.
Estou compondo um pagode, e minha dúvida é a seguinte:
gostaria d colocar um trecho assim> Nessa briga quem errou fui eu .
está correto ?

gostaria de terminar a frase com o pronome Eu, e utilizar esse vocábulo na oração .
Aguardo resposta urgente
p.s:: gostaria d entender melhor o uso de fui ( ser) e foi ( ser). Quem errou foi eu ou fui eu .
abração

22 07 2008
Paulo Vale

Olá Paulo César.

O correto é mesmo “…quem errou fui eu” e não é possível o uso de “foi eu”.

Se usarmos “eu”, o verbo tem que ser “fui”, para concordar com a primeira pessoa. Se usássemos “foi” a concordância teria que ser feita com a terceira pessoa (“ele”), e aí não haveria a rima que você espera.

Para simplificar faça a inversão das posições do pronome e do verbo e observe que ficaria “eu foi”, e é fácil a constatação de que isso não existe.

Leia mais AQUI.

Abraços

23 07 2008
Leonardo Diniz

Em primeiro lugar parabéns pelo trabalho.

Surgiu uma dúvida aqui no trabalho. Um companheiro me ouviu falando no telefone após uma conversa “obrigado a você” eme corrigiu, dizendo que o correto seria dizer “obrigado eu”. Não achei errado, porém também não achei errada a forma que usei, apesar de nunca ter parado para analisar. Qual seria a forma correta ou a mais indicada?

Abraços.

23 07 2008
Paulo Vale

Olá Leonardo Diniz,

O seu companheiro está certo e você pode ler sobre o assunto AQUI.

Pergunte o que quiser, quando achar que deve.

Grande abraço,

15 08 2008
Daiane

oie… soh passei por aki pra te elogiar um poukinhu…rsrsr
exelente teu blog… parabens!!!

12 12 2008
Enã

Caro Paulo,

É correto usar a seguinte frase:

“Conforme relatado no breve encontro de alguns minutos atrás entre mim e o Fulano, segue abaixo cópia do e-mail enviado no dia 19 de agosto último.”

Fiquei na dúvida pelo uso do pronome MIM.

Obrigado.

12 12 2008
Paulo Vale

Olá,

Nesse caso o correto é mesmo o uso de MIM.

Abraços,

Paulo Vale

9 01 2009
Thiago

Neste caso:

Vocês não seriam nada sem mim.

Vocês não seriam nada sem eu.

Qual o correto??

26 01 2009
Maria

Gostaria de saber se a expressão ou frase: “antes de eu chegar” está correta?

26 01 2009
Paulo Vale

Sim, a expressão antes de eu chegar está correta.

13 04 2009
dayse

Oi,Queria saber a forma correta de falar:é pra tu ou é pra ti que se fala??

Beijos e obrigada.

13 04 2009
Paulo Vale

O certo é “para ti”, ou “para você”.
Leia com atenção o meu texto no blog Eu ou Mim, Tu ou Ti?

Abraço,

Paulo Vale

15 04 2009
Isabella

Olá Paulo, poderia me explicar esse exercicio e porque o emprego do eu na primeira alternativa (ja que entre preposição nao se usa ‘eu’ )

‘ Este é encargo para ”eu” assumir sozinho, sem que se repartam as responsabilidades entre ”mim e ti”.

Obrigada ;D

16 04 2009
Paulo Vale

Não há erro nesse para + eu + verbo no infinitivo. “Mim” não pode ser sujeito e não caberia nessa construção, pois ficaria fora da norma, e muito feio, escrever-se: “Este é encargo para mim assumir sozinho, …

Abraço,

Paulo Vale

21 05 2009
Anna caroline

adorei suas explicações !

esta frase esta certa ?
você disse que era pra eu não falar.

21 05 2009
Paulo Vale

Sim, essa frase está correta.

Abraços,

Paulo Vale

21 05 2009
Anna caroline

eu nunca sei quando e pra usar EU ou MIM
não consigo mesmo entender .
vc poderia me responder ainda hoje ?
obrigada!

21 05 2009
Paulo Vale

Olá Anna Caroline,

Leia atentamente o texto EU ou MIM, TU ou TI, que você acabará entendendo.

Abraços,

Paulo Vale

22 05 2009
Anna caroline

Obrigada Paulo Vale

29 06 2009
Dúvidas

O certo é?

Não_____mais haverbrigas entre____,pois já ouvimmos______ofensas um do outro.

1) devem – eu e tu – bastante
2) deve – mim e ti – bastantes
3) deve – eu e você – bastante
4) devem – mim e ti – bastantes
5) deve – eu e tu – bastantes

Qual é o correto?

29 06 2009
Paulo Vale

A resposta certa é a 2) deve – mim e ti – bastantes.

Abraços,

Paulo Vale

24 08 2009
Shaienee

Eu gostaria de ter ”uma lista” das palvras que mudaram com a nova ortografia, Paulo, será q vc pode me passar?

Blog muito massa!

24 08 2009
24 08 2009
Shaienee

Paulo, eu gostaria de saber bem claramente quando usa-se TU e TI. Poor favor, dê uma explicação simples, e se for o caso ”grosseira”

24 08 2009
Paulo Vale

Para tentar esclarecer eu trouxe para cá somente um trecho do tópico original:

“Para facilitar as coisas pode-se generalizar e dizer que todas as vezes em que nas frases ocorrerem verbos no infinitivo (a primeira pessoa do singular é igual ao nome do verbo) usa-se EU ou TU antes desse verbo (geralmente os verbos que denotem uma ação, como Fazer, Conferir, Ler, Contar, Gastar…e até Dormir).

Exemplos:

“Este livro é para eu ler!”

“Manda-me o dinheiro para eu conferir!“

“Comprei o jornal para tu leres!“

“Cante para eu dormir!“

Observe que é impossível fazer-se a inversão das frases:

“Para eu ler este livro é.”

“Para eu dormir cante.”

“Para eu conferir o dinheiro manda-me.” ”

RESUMINDO DE MODO GROSSEIRO: Se há um verbo, o pronome que o precede tem ser “eu” ou “tu”. Ex.: “… para eu fazer”, e nunca ” … para mim fazer”.

“Mim” e “ti” só devem ser usados quando não houver verbo após o pronome. Ex: “Tudo vai bem entre mim e ti”. E aqui também não se pode usar “eu” ou “tu”. Ex.: o certo é dizer-se “…depois eu te ligo” – ou – “depois eu ligo para ti”, e nunca “depois eu ligo para tu”, ou “a ligação é para tu” – “olha o que chegou para tu”, e outras.

Abraço,

Paulo Vale

Abraços,

Paulo Vale

5 10 2009
Aline

Olá,muito bom esse blog,tirei várias dúvidas…

16 10 2009
Edyl

olá
adorei o blog

Tenho muitas dúvidas sobre o TU ou TI
gostaria de informaçoes mais detalahadas!
abçs

3 12 2009
LUCIANE

Como se fala ?? As mulheres eram iguais a mim? é o certo?

3 12 2009
Paulo Vale

Sim. O certo é “As mulheres eram iguais a mim”.

Abraços,

Paulo Vale

4 01 2010
Roberto

Pedro obedeceu a Henrique

isso seria objeto direto preposicionado ?

olhe esse site http://pt.wikipedia.org/wiki/Objeto_direto_preposicionado

20 02 2010
selma

Nunca sei se escrevo

encontro-me fora do mercado ou
encontro-mim fora do mercado

20 02 2010
Paulo Vale

Olá!

O correto é “encontro-me fora do mercado”.

Já que “me” é igual a “a mim” (e não igual a “mim”), é como se dissesse “encontro ‘a mim’ fora do mercado”.

Veja num dicionário as diferenças entre “me” e “mim”.

Abraços.

23 02 2010
marjorie

Eu gostaria de saber qual a diferença entre eu e mim

3 03 2010
davidmarques

Qual seria o correto?

Acho que a primeira, porém tenho dúvida.

…obrigado por me escolher…

…obrigado por mim escolher…

muito grato

18 06 2010
Marcus

Qual o correto?

“Pra eu que faço ginástica….”
ou
“Pra mim que faço ginástica…”

O seu Blog é muito bom.
Desde já, obrigado.

9 07 2010
caca

Oi!! Gostei de suas explicações…
Obrigada!!!

30 07 2010
Pricila

Adorei o blog, tirei várias dúvidas ..
Parábens!!

27 09 2010
Rose

Olá Paulo, é correto escrever: Não foi ele quem escreveu esta carta.?

7 10 2010
neuma

Adorei seu blog…

18 10 2010
SARAIVA

Olá!

PV,
Como posso diferenciar você (pronome de tratamendo) e você(pronome pessoal do caso reto) ? Quanto a essa questão, tenho que saber utilizá-la bem em meus exercícios… PARABÉNS pelo site !

18 10 2010
gustavo

Olá, eu queria que me ajudasse.
Explicando novamente sobre Eu e Mim.
Também definindo verbos pronomes e preposiçoes
Ex:
“Cante para eu dormir!“
Cante:….(Preposição:E………..Que eu não sei).
Para:……..(Preposição:E………..Que eu não sei).
Eu:………..(Preposição:E………..Que eu nao sei).
Dormir:………(Preposição:E………..Que eu nao sei).
*COM O MAIOR NUMERO DE EXEMPLOS Possíveis*
{(Pesso tão detelhadamente pois nos tínhamos uma prof que nao ensinava nada…Ela pegou licença e a outra prof cobra tudo detalhadamente).
E estudando apenas na net nao consegui compreender o conteudo muito bem}

18 10 2010
gustavo

Seu site é muito bommm

18 10 2010
gustavo

Se possível o mesmo para tu,ti e você.

25 11 2010
Lilian

Boa tarde, gostaria de saber se está correto dizer nós fizemos ou a gente fez ?

16 12 2010
giovana mendes !

bem legal esse site :D beeeeeeeijo :)

26 01 2011
Lucas

Muuito bom esse blog sanou diversas dúvidas estão de parabéns !!!

23 02 2011
Rosa

Bom dia, gostaria de saber se uso o me ou mim no mometo em que falo, Eles falaram de mim ou é me?

Adorei o seu blog muito bom
Parabéns.

22 03 2011
Luciane

Bom dia, gostaria de tirar uma dúvida: Há erro no emprego do pronome de 1ª pessoa na frase “Entre Tia Anastácia e eu sempre houve ótimo relacionamento.”?
Eu fiz uma prova em que haviam várias opções de frases e era para marcar a frase em que havia o erro, porém, ao meu ver, todas estavam corretas, inclusive esta.
Pode, por favor, me explicar o erro na frase?
Obrigada!!!!

4 04 2011
Renan

É correto escrever:

“Abraços para ti e tua filha”.

Att,

28 04 2011
Juju

Boa noite! sempre tenho dúvida quando usar: aonde e onde. Por favor pode me explicar? Obrigada. Abçs.

31 05 2011
Nayara Cristina

Olá Paulo
Aproveitando o momento…queria perguntar qual é a frase correta. Veja:
“Você falaria pra mim?”
Ou
“Você falaria pra eu?”

Então…qual é o certo nesse caso?
Fico toda confundida quando vou falar algo desse tipo… hehehe’

Amo o português, mas o trem complicado! rs

Abraços
Obrigada!

1 06 2011
Nayara Cristina

Voltei pra corrigir….
Não é “confundida” hehehe’
e sim CONFUSA.
Depois que eu digito que cai a fixa….falta de atenção.
É por esse motivo -falta de atenção- que muitas pessoas escrevem errado, infelizmente…

Abraços

4 10 2011
Luciana

Paulo, Boa Tarde

Gostaria de saber se o uso do “mim” está correto na frase abaixo e a justificativa. Já que o uso do “eu” fica horrivel, nesse caso.
“Só posso falar por mim.”

4 10 2011
Paulo Vale

Sim, Luciana.

O correto é “Só posso falar por mim”.

Abraços,

Paulo Vale

7 11 2011
lala de cassia

eu queria saber como se corrige um frase utilizando os pronomes como:
entre…..não pode haver segredos
1 -min e ti
2 min e tu

11 01 2012
Sílvia

Paulo,
Parabéns pelo site, é ótimo!
Tenho a seguinte dúvida, está correta a frase:
“Muita saúde, sucesso e felicidade, para ti e para os teus”
???

24 01 2012
Ana

Bom dia, Paulo.

É correto falar assim: “se eu conseguir falar”… Devo flexionar os dois verbos?

26 03 2012
Fabiana

Adorei este blog! Obrigado Paulo por compartilhar conosco um pouco do que vc sabe.Valeu!

1 05 2012
valderez boaria

gostei de seu blog.
preciso explicar para meus colegas de sala de aula, como usar para mim e para eu, me ensine deuma forma bem simples, pois não sou muito boa em oratoria
se me ajudarem fiacarei agradecida

23 07 2012
Luana Barbosa

Entrei por acaso, e acabei adorando seu site. Tenho várias dúvidas sobre a lingua brasileira, que é tão complicada de se entender.
bju!!

10 09 2009
Paulo Vale

O correto é “igual a mim”.

7 11 2011
lala de cassia

descupe não percebi
mas se usa mim e ti ou mim e tu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: